HOMEM QUE MATOU ESTUDANTE DA UNICAMP CONFESSA CRIME

0
195

O delegado de São João da Boa Vista, Fabiano Antunes de Almeida, informou que o suspeito de matar a estudante da Unicamp com 28 facadas confessou o crime em detalhes durante o interrogatório e disse estar arrependido.

Michael Douglas da Silva de 28 anos afirmou que matou Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, para roubar o celular dela. O aparelho foi encontrado com o suspeito no momento da prisão feita pela Polícia Civil e o Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) da Polícia Militar de Piracicaba na manhã de ontem (18/05).

Mayara foi assassinada no domingo (15/05) após sair para uma caminhada na estrada da Serra da Paulista. O suspeito estava escondido em uma mata e abordou a vítima. De acordo com o delegado, não houve abuso sexual.

Silva estava escondido na mata porque no sábado (14/05) ele tentou matar uma vizinha na pensão que morava atualmente. A arma, que também foi apreendida pela Polícia, falhou. A jovem não se feriu.

“Sobre essa tentativa de homicídio, ele falou que tinha intenção de matar a moça e se matar em seguida. Depois ele fugiu e foi para a mata e estava escondido lá quando a Mayara chegou”, contou o delegado.

Silva vai responder pelos crimes de tentativa de homicídio, cuja pena varia de 12 a 30 anos, e latrocínio (roubo seguido de morte), com pena que pode chegar de 20 a 30 anos.

Informações: G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui