JUSTIÇA ACEITA DENÚNCIA DO MP CONTRA MOTORISTA QUE ATROPELOU E MATOU CICLISTA NO DIA 15 DE JANEIRO EM JAÚ

0
58

A 2º Vara Criminal de Jaú aceitou a denúncia do Ministério Público contra o jovem acusado de atropelar e matar um ciclista, no dia 15 de janeiro, na Avenida João Franceschi. O motorista de 25 anos foi indiciado por homicídio doloso qualificado agravado pela fuga do local.

Na ocasião, Renato Mott Galvão de Arruda Filho perdeu o controle do carro e atingiu o ciclista José Roberto Convite de 42 anos. José foi arremessado a cerca de 20 metros e morreu no local.

Ao MP, o promotor Rogério Rocco ofereceu a denúncia de homicídio com dolo eventual. Ou seja, o motorista assumiu o risco de matar, mesmo que não tivesse a intenção. A denúncia apresenta ainda dois qualificadores: dificuldade de defesa da vítima e perigo comum (ou seja, ele poderia ter machucado outras pessoas, já que ele dirigia a 130km/h, sendo que o permitido na via era 50km/h).

No texto, o MP afirma que o motorista estava sob efeito de álcool, já que havia indícios de embriaguez. Na época, a Polícia descobriu que Renato estava em uma confraternização em uma chácara com amigos de madrugada e havia ingerido bebida alcoólica.

Embriaguez ao volante não foi colocada como qualificador, pois Renato fugiu do local do atropelamento e não fez o teste do bafômetro. O MP também pediu a suspensão da CNH do motorista, o que foi aceito pela Justiça. Com a denúncia aceita, uma audiência vai ser marcada nos próximos meses para que a juíza do caso possa ouvir testemunhas e o réu.

Informações: G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui