JOVEM DE 26 ANOS MORRE DURANTE INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA

0
201

Um jovem de 26 anos morreu em Araras após receber um golpe de “mata-leão” durante abordagem de funcionários de uma empresa que o levaria para uma clínica de recuperação na noite de ontem (01/08). Três suspeitos foram presos pela Guarda Civil Municipal (GCM).

O caso foi registrado como homicídio doloso (quando há intenção ou se assume o risco de matar) e vai ser investigado. Segundo a Polícia Civil, Jhonny Lopes da Silva morava no Parque Industrial e seria levado à força para o Espaço Terapêutico Estrela de Davi, em Sorocaba, distante a 160 km de Araras.

Em nota, o Espaço Terapêutico Estrela de Davi informou que neste momento busca em conjunto com as autoridades competentes e familiares do acolhido, apurar a totalidade do ocorrido. A clínica ressaltou ainda que empresa que atuou no transporte do acolhido não possui quaisquer vínculos com a Estrela de Davi, nem mesmo em caráter de terceirização.

O caso

De acordo com a Polícia, a família contratou uma clínica de Sorocaba para fazer a internação compulsória do paciente. A irmã da vítima, Jaynara Lopes da Silva, disse que o Espaço Terapêutico Estrela de Davi contratou funcionários de uma empresa para fazer a remoção.

Segundo a família, eles amarraram as mãos e os pés do rapaz e aplicaram o “mata-leão” porque a vítima estava muito alterada. Para os familiares, houve excesso na abordagem.

Equipes da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da GCM estiveram no local e levaram os 3 funcionários da clínica para o plantão da Central de Polícia Judiciária, onde foram presos em flagrante. Eles devem passar por audiência de custódia.

A irmã contou que esta foi a 17ª internação da vítima. O corpo de Silva foi encaminhado para o IML de Limeira.

Informações: G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui