LAUDO CONCLUI QUE BUFÁLAS DE BROTAS PASSARAM POR FOME E SEDE EM OUTRAS OCASIÕES

0
203

O relatório final da perícia ambiental feito por peritos da USP e da Unesp concluiu que as búfalas encontradas na fazenda Água Sumida, em Brotas, passaram por mais de um período de estresse, sem alimento e água.

O documento, assinado pela perita Eryka Zolcsák de Sousa, também pede que seja aberto um novo inquérito policial, já que as valas com carcaças e medicações encontradas, além da estrutura da fazenda, levam a crer que houve crime contra a saúde pública durante o funcionamento da fazenda leiteira.

No início de dezembro, um laudo preliminar já havia apontado o crime de maus-tratos, crimes ambientais e a preocupação com a saúde do rebanho.

O relatório final foi entregue na segunda-feira (03/01) ao delegado Douglas Brandão, responsável pelo caso, ao coronel responsável pela Polícia Ambiental e ao promotor do Ministério Público, Cássio Serra Sartori.

A defesa do pecuarista e proprietário da fazenda Luiz Augusto Pinheiro de Souza informou não ter conhecimento do laudo e disse que no momento oportuno irá se manifestar.

Informações: G1 São Carlos e Araraquara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui