SEM ALTERNATIVA OFICIAL, NOVA REUNIÃO DEVERÁ DEFINIR REAJUSTE DA ÁGUA EM JAÚ

0
163

A pedido do prefeito Ivan Cassaro, membros do Poder Executivo e vereadores se reuniram ontem (18/11) com os representantes da Concessionária Águas de Jahu para discutirem sobre o reajuste anual das tarifas de água e esgoto.

Dia 11 de novembro, a empresa apresentou aumento de 24,38% que foi negado por Ivan Cassaro. Em nova reunião envolvendo vereadores e membros da Águas de Jahu, o prefeito voltou a recusar a proposta apresentada.

O prefeito cogitou autorizar cerca de 18% de reajuste para vigorar a partir do dia primeiro de janeiro e diluir outros 5,82% em 10 meses, mas foi alertado por um advogado já que a concessão prevê apenas reajustes anuais. Caso a ideia do prefeito emplacasse, o contrato com a Águas de Jahu aumentaria por mais 10 anos.

Nos últimos 4 anos, a Concessionária acumulou mais de 40% de reajuste na tarifa. Se forem autorizados os 24,38%, serão mais de 64% em 5 anos, contra 25% de inflação no mesmo período.

Como o prefeito Ivan Cassaro recusou a proposta da Concessionária, a solução deverá ser apresentada em nova reunião que será agendada em breve.

CONTRAPROPOSTA DO PODER EXECUTIVO

Após rejeitar o reajuste da Concessionária Águas de Jahu, o prefeito Ivan Cassaro vai apresentar contraproposta a ser aplicada a partir de 2022. A Prefeitura vai solicitar à concessionária que seja aplicado apenas o reajuste inflacionário nesse primeiro momento, propondo que o percentual referente ao reequilíbrio econômico financeiro do contrato seja diluído ao longo dos próximos 12 anos.

A proposta foi elaborada após análise do contrato de concessão vigente. Com isso, seriam respeitadas as cláusulas que preveem o reajuste ordinário anual, considerando reposição inflacionária, com o acréscimo de cerca de 1% ao ano, referente ao reequilíbrio econômico do contrato.

Além disso, serão indicados novos membros para composição da Diretoria Executiva da Saemja (Agência Reguladora do Serviço de Água, Esgoto e Saneamento do Município de Jahu), uma vez que os mandatos atuais, indicados pela gestão passada, expiram no próximo mês. Com isso, será reforçado o poder de fiscalização da Agência em benefício da população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui