BÚFALAS DE BROTAS – SEGURANÇA DE FAZENDA É PRESO E PROPRIETÁRIO É CONSIDERADO FORAGIDO

0
267

A Polícia Civil de Brotas prendeu ontem (21/12) Rinaldo Ferrarezi, segurança da fazenda Água Sumida, onde mais de mil búfalos foram encontrados em situação de maus-tratos. O proprietário da fazenda, Luiz Augusto Pinheiro de Souza, também teve a prisão decretada, mas não foi encontrado e é considerado foragido.

O segurança da fazenda foi preso em Ribeirão Bonito e irá cumprir a prisão temporária no Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo, já que é policial militar aposentado. A defesa do segurança disse considerar a prisão desnecessária e que irá preparar a sua defesa. Já o advogado de Luiz Augusto Pinheiro de Souza disse que, por hora, não irá se manifestar.

O pecuarista já havia sido preso em novembro, após a Polícia Ambiental encontrar centenas de animais abandonados, com fome e sede na sua fazenda, mas ele pagou fiança de R$ 10 mil e foi liberado.

A prisão dos dois havia sido pedida pelo Ministério Público, alegando maus-tratos animais e, no caso do proprietário da fazenda, também por ameaça, falsificação de documentos e falsidade ideológica, mas o pedido foi negado pela 1ª Vara de Brotas.

A decisão de primeira instância foi revertida por determinação do desembargador Euvaldo Chaib, atendendo a uma solicitação do MPSP, que obteve a medida cautelar por atuação da Promotoria de Brotas, do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente.

Informações: G1 Bauru e Marília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui