GERALDO ALCKMIN DEIXA PSDB E PODE SAIR COMO VICE-PRESIDENTE NA CHAPA DE LULA NAS ELEIÇÕES DE 2022

0
101

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou hoje (15/12) sua saída do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) após mais de 33 anos na sigla.

“É um novo tempo! É tempo de mudança! Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB procurei dar o melhor de mim. Um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade. Agora, chegou a hora da despedida. Hora de traçar um novo caminho”, afirmou no Twitter.

Alckmin agradeceu aos companheiros do partido e disse que “foram importantes nessa travessia”. O ex-governador não afirmou se irá se filiar a um novo partido. No anúncio, Alckmin disse apenas que “anunciará os próximos passos em breve.”

POSSÍVEL ALIANÇA COM PT

Segundo o analista de política da CNN Gustavo Uribe, a saída do ex-governador do PSDB já era previsível, pois o candidato da sigla ao governo de São Paulo possivelmente será Rodrigo Garcia, vice do atual governador João Doria, pré-candidato à Presidência da República do partido — o que tiraria Alckmin do pário.

“A dúvida agora é se Alckmin sairá candidato ao governo de São Paulo, ou a vice-presidente na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Uma proximidade ao PSB mostraria uma proximidade a vice-presidente com Lula, ou PSD, de Gilberto Kassab, estaria mais próximo ao governo de São Paulo”, afirmou Uribe.

Tem se discutido nos últimos dias uma possível chapa para a Presidência da República de Alckmin com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No início deste mês, o ex-governador recebeu alguns de seus aliados políticos e disse que ainda estava avaliando a possibilidade de uma aliança com Lula para 2022, segundo informações da âncora da CNN Daniela Lima.

Informações: CNN Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui