PREFEITO DE JAÚ CORRE RISCO DE SER CASSADO APÓS NOVA DECISÃO DO TRE/SP

0
412

Por decisão unânime do plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de SP foi anulada a sentença do Fórum de Jaú que havia absolvido o prefeito Ivan Cassaro da acusação de abuso do poder econômico. A Corte também determinou a volta do processo para a Justiça Eleitoral da cidade e, além da quebra do sigilo pessoal de Ivan, mandou abrir também os sigilos das empresas pertencentes ao prefeito por enxergar fortes indícios de ilícitos eleitorais em 2020, quando ele foi eleito.

A decisão saiu na tarde de hoje (27/06), assinada pelo desembargador Silmar Fernandes e acompanhada por outros cinco membros do TRE. Por não ter havido empate, o presidente não votou. A sentença de Jaú foi proferida pela juíza eleitoral Betiza Marques Prado. O autor da ação contra Ivan é o médico Paulo de Tarso, que disputou a Prefeitura nas últimas eleições e apresentou conjunto de provas sugerindo abuso do poder econômico pelo concorrente.

Com o revés do processo no TRE/SP, volta o fantasma de cassação do mandato do prefeito de Jaú. Ainda mais da maneira como tudo aconteceu, concedendo tudo aquilo que havia sido solicitado por Paulo de Tarso e que foi negado pela juíza eleitoral no julgamento de primeira instância. “Foram citados no TRE graves indícios de abuso do poder econômico e de suspeita de uso de dinheiro não contabilizado nas empresas do prefeito na campanha eleitoral”, informou o advogado Alexandre Bissoli, que representa o autor das denúncias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui